|| Resenha || A Biblioteca Invisível

12:45


   Título Original: A Biblioteca Invisível
   Autora: Genevieve Cogman
   Editora: Morro Branco
   Páginas: 368
  Gênero: Fantasia
  Comprar:  Amazon || Submarino
Sinopse: Irene é uma espiã profissional da misteriosa Biblioteca, uma organização que existe fora do tempo e espaço e que coleciona livros e manuscritos de diferentes realidades. Junto com seu enigmático assistente Kai, ela é enviada para uma Londres alternativa com a missão de recuperar um perigoso livro. Mas quando chegam, ele já foi roubado. As principais facções do submundo londrino estão prontas para lutar até a morte para achá-lo, e a missão de Irene é dificultada pelo fato de que o mundo está infestado pelo Caos - as leis da natureza foram distorcidas para permitir a existência de criaturas sobrenaturais e mágicas imprevisíveis. Enquanto seu novo assistente guarda seus próprios segredos, Irene logo se vê envolvida em uma aventura repleta de ladrões, assassinos e sociedades secretas, onde a própria realidade está em perigo e falhar não é uma opção.

A Biblioteca é uma grande organização misteriosa que tem agentes espalhados por diversos universos, esses agentes tem como missão recuperar livros para que possa ter equilíbrio entre esses mundos.

Irene é uma bibliotecária e também uma agente secreta dessa misteriosa organização, ela tem que adotar vários e vários disfarces para poder cumprir as missões que são designadas para ela. Nessas missões ela precisa entrar em um outro mundo, pegar o livro e voltar para seu mundo, porém nem sempre é tão fácil pois em alguns mundos Irene precisa de magia para poder fugir de perseguidores.
"haviam três motivos básicos para os bibliotecários serem enviados a alternativos para encontrar livros específicos: porque o livro era importante para um bibliotecário sênior, porque o livro teria algum efeito na linguagem ou porque o livro era especifico e único àquele mundo alternativo. "
Irene é enviada para uma missão e precisa levar com ela um aprendiz, Kai.  Contando com a ajuda do Kai ela precisa resolver suas missões, porém parece que o seu aprendiz tem bastantes segredos. 
Ela é mandada para um Londres alternativas e nesse lugar o Caos está solto (o caos é o mal que vai bagunçando e deixando as coisas fora de ordem no mundo) trazendo então desordem para esse mundo, além dele está cheio de criaturas.
Enquanto Kai é a força bruta, ela é a inteligência e esperteza. O relacionamento entre os dois não fica tão claro nesse livro, é bem difícil perceber os verdadeiros sentimentos que existe um pelo outro, as vezes pensamos que são só amigos e outras vezes percebemos algo a mais.  
Gosto muito de livros com protagonistas femininas e ainda mais quando a protagonista demonstra ser uma mulher com personalidade e bem independente.  Irene é uma mulher bem decidida e ela sabe o que fazer e que ama muito o que faz, as vezes conseguimos ver a fragilidade e o jeito doce que ela tem.
É uma história que me gerou bastante curiosidade, afinal é um livro sobre livro.  A construção dos mundos não é dita nesse livro, você tem que aceitar que é daquele jeito e ponto, mas isso não foi um grande peso para mim, pois estava muito empolgada nas missões.
A narrativa é feita em terceira pessoa, e foi uma das leituras muito leve para mim, a escrita flui pelas paginas e a leitura passa voando, quando você vê o livro já acabou.  Cada personagem tem um jeito tão único que você acaba sabendo de qual personagem o livro está se referindo naturalmente.  
"Ser caçada por cães infernais e explodir coisas eram partes comparativamente sem importância do seu trabalho. Obter os livros, ah, isso sim era o que realmente a interessava."

Espero que tenham gostado! Deixe seu comentário sobre o que você achou do livro. 

Veja também:

0 comentários